Esperança em Jesus: como isso muda nossa vida?

A esperança em Jesus é, basicamente, a viva esperança daqueles que foram salvos por meio da fé. Como diz em 1 Pedro 1:4, nossa vida deve ser voltada a “uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros”…  

No mundo em que vivemos, somos envoltos de lutas e provações. Somos diariamente assediados pelo pecado e nossa fé é constantemente provada. Porém, a esperança em Jesus nos mantém firmes e vigilantes.

Se você quer saber mais sobre a Esperança em Jesus, acompanhe comigo esta leitura!

LEIA TAMBÉM: 

Quando precisamos de esperança?

Ao contrário do que possa parecer, na Bíblia, esperança não tem nada a ver com incerteza ou expectativa de desejo. Como afirma o apóstolo Pedro, Deus nos salvou para uma “viva esperança”.

Desta forma, precisamos de esperança em nossa vida cristã porque não somos deste mundo. Como filhos e servos de Deus, a esperança nos direciona a desfrutar uma verdadeira vida com nosso Senhor.

Com isto em mente, a esperança em Jesus corresponde ao nosso anseio pela salvação e, como consequência, a esperança no Senhor deve estar no centro da nossa fé. Como herança incorruptível, esperamos o dia em que viveremos de forma plena ao lado do Senhor.

O que a esperança em Jesus produz em nossa vida?

Na verdade, a viva esperança não nos retira deste mundo. A fé não pode nos alienar das coisas que estão ao nosso redor. O apóstolo Pedro nos exorta: “Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância” (1 Pedro 1:13). 

Em outras palavras, a certeza que temos da salvação ou a esperança que estaremos no céu com o Senhor após esta vida, produz em nossa a obediência ao Senhor. Quando somos conscientes daquilo que Deus fez por nós, a única alternativa que realmente temos é viver em “santidade de vida”.

Por isso, a esperança produz em nós o desejo de servir a Deus e nos tornarmos semelhantes a Jesus.

O outro aspecto que a viva esperança traz em nossa vida, relaciona-se com a vida prática do cristão. Como esperamos ansiosamente nossa salvação, queremos fazer a diferença neste mundo

O apóstolo Pedro traz uma atitude inteiramente prática: “Tendo purificado a vossa alma, pela vossa obediência à verdade, tendo em vista o amor fraternal não fingido, amai-vos, de coração, uns ao outros ardentemente, pois fostes regenerados não de semente corruptível, mas de incorruptível (…)” 

Vamos nos atentar ao texto acima. O Senhor purificou nossa alma e nos regenerou em Jesus. Logo, precisamos de viver o amor em relação ao nosso próximo. De certa forma, a esperança em Jesus produz em nós um conjunto de atitudes em relação a Deus e ao próximo.

A esperança contribui com a santidade e com a prática do amor

No que se refere à Deus, a esperança viva transforma nossa espiritualidade. Queremos e temos o verdadeiro anseio de andar com Deus. Somos tão gratos pela salvação em Jesus que o resultado disso é o profundo desejo pela santidade ao Senhor.  

Isto é bastante simples de entender. Se cremos que pertencemos a Deus, precisamos de viver de forma coerente ao nosso chamado. Caso contrário, não seríamos pessoas honestas com nossa vocação. Afinal, se fomos chamados por Deus, temos que buscar sermos semelhantes àquele que nos chamou. 

Portanto, a esperança em Jesus nos leva à santificação. Mas não é só isso. Deus não deseja que sejamos apenas pessoas “espirituais”. A esperança nos convoca a amar o nosso próximo.

O apóstolo Pedro fala de esperança, santidade, mas também de amor. Isso significa duas coisas: 

  • Somos chamados a praticar a misericórdia e a bondade, assim como Deus foi misericordioso e bondoso conosco
  • Precisamos viver o amor pregando a mensagem do evangelho, levando a esperança em Jesus à todos. 

Conclusão

Por fim, meu querido ou querida irmã, temos uma verdadeira e viva esperança: que viveremos com o Senhor em sua plenitude no céu. Esta esperança em Jesus produz em nós o desejo de servir a Deus. Da mesma forma, como entendemos nossa salvação, somos levados a amar nosso próximo, praticando o amor.

Se Deus nos salvou e nos amou, da mesma forma, devemos praticar o amor àqueles que estão próximos a nós!

Que a esperança em Jesus encha nossa vida de verdade e bondade!  

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *