Liderança na Igreja: o que é, para que serve e como fazer parte

A liderança da igreja é uma bênção de Deus. O Senhor convoca seus servos a contribuírem com seu reino, chamando líderes para ajudar no cumprimento da proclamação do evangelho ao mundo.

Por isso, se você quer ser usado por Deus e ajudar a desenvolver seu reino aqui na terra, desejar se envolver com a liderança na Igreja é algo extremamente importante. Como diz o apóstolo Paulo: 

“Esta afirmação é digna de confiança: se alguém deseja ser bispo, deseja uma nobre função. (1 Timóteo 3: 1).

Porém, “nem tudo são flores”. Liderar requer segurar a dor de centenas de irmãos em Cristo e ajudá-los a desenvolverem seus dons e talentos. A liderança na igreja requer sensibilidade pastoral, cumprimento do chamado de Deus, preparação bíblica, confiabilidade moral e convicção sincera na verdade do evangelho.

Se você quer saber como desempenhar de forma digna o papel de liderança na Igreja, te convido a ler este texto. 

1. Liderança na igreja significa discipular pessoas

“Muitos de vocês não devem se tornar professores, meus irmãos, pois vocês sabem que nós, que ensinamos, seremos julgados com maior rigor” (Tiago 3: 1).

O líder cristão é responsável por “supervisionar” a igreja. Seu papel envolve ajudar a organizar as demandas eclesiásticas, seja em relação ao culto, as necessidades sociais de seus membros, o envolvimento com a comunidade externa e a evangelização. 

Isso inclui o discipulado de outros, conservando a pureza da mensagem cristã, evangelizando e servindo a comunidade por meio de iniciativas de evangelismo, cuidando dos necessitados dentro da igreja e, claro, assumindo a responsabilidade de suportar uns aos outros em amor.

Por isso, a liderança na igreja exige ajudar os irmãos a se tornarem semelhantes a Jesus Cristo. 

2. As qualidades de um líder da igreja

Se você deseja ou é um líder cristão, é necessário ter uma conduta compatível com a Escritura. Afinal, a liderança da igreja precisa ser coerente com a mensagem que ela carrega. 

Um dos grandes problemas da igreja atual é justamente este: sua liderança é rápida em julgar e proferir belas palavras, mas sua conduta difere completamente da verdade do evangelho.

Porém, a liderança precisa, antes de tudo, ser exemplo para sua comunidade cristã. “Pois, se alguém não sabe como administrar sua própria casa, como cuidará da igreja de Deus?” (1 Tim. 3: 5).

Na verdade, o apóstolo Paulo demonstra em suas cartas que a liderança na igreja precisa alcançar um grau de moralidade que muitas vezes parece impossível de ser atingido. 

Um líder de igreja, na visão de Paulo precisa ser hospitaleiro, dotado de ensino, gentil e também não pode ser ganancioso (1 Timóteo 3: 1-7). 

Mas existem outras qualidades que igualmente nobres, como ser “sóbrio, autocontrolado” e “respeitável”. (1 Tim. 3: 2).

Porém, esse padrão elevado não pode ser um desânimo para aqueles que aspiram servir ao Senhor como líderes. Pelo contrário, devemos nos lembrar que o ministério de Jesus sempre será nosso alvo.

Ou seja, nós como cristãos devemos almejar para alcançar o padrão de santidade que o próprio Jesus viveu entre os seus. Isso é difícil? Claro. Mas precisamos viver a graça de Deus em nossa vida. Isso significa que não somos perfeitos, mas que o Senhor com sua misericórdia nos capacitar a viver de maneira digna da nossa vocação. 

3. O que posso fazer na liderança da minha igreja local?

O líder cristão precisa servir sua comunidade. Muitos acham que ser líder é possuir status. Outros são gananciosos, buscando a liderança como forma de dominação e alcance de poder financeiro.

Tudo isso é um grande engano. A liderança na igreja precisa, antes de qualquer outra coisa, servir a comunidade do Rei. Assim como Jesus que assumiu a forma de servo para proclamar o evangelho, a liderança precisa fazer o mesmo.

Por isso, existem várias formas do cristão envolver-se no trabalho evangélico como líder, pois a igreja é um organismo vivo, com várias necessidades. 

O líder pode atuar, como mostramos anteriormente, para diversas atividades:

  •  Ensinar as Escrituras;
  • Ajudar na organização do culto (liturgia, louvor, pregação);
  • Ação social e evangelização.
  • Atuar juntamente com o pastor ou sacerdote 

4. A estrutura da liderança da igreja

“E, havendo-lhes nomeado anciãos em cada igreja, com oração e jejum os entregaram ao Senhor em quem haviam crido” (Atos 14:23).

Agora que sabemos quais as diferentes atuações do líder cristão, você pode se perguntar: como posso exercer a liderança em minha igreja? A resposta não é simples. Pelo menos nas denominações protestantes, existem diversas organizações eclesiásticas, com estruturas próprias e características particulares.

No entanto, existem muitas maneiras de praticar a liderança bíblica na igreja em nível local. Existem igrejas que os líderes são eleitos por um colegiado de membros. Outras igrejas a própria liderança existente escolhe outros a fazerem o mesmo.

Alguns especialistas em Novo Testamento acreditam que a Bíblia dá às igrejas liberdade para escolher diversos tipos de modelo de liderança, que seja prático e apropriado para seus próprios contextos. O mais importante é que a liderança na igreja seja coerente com as Escrituras, sempre servindo a comunidade em dedicação ao Reino de Deus. 

Conclusão

A igreja é um organismo vivo. Ela mesma é o corpo de Cristo, que espera ansiosamente o cumprimento da Escritura que afirma que o nosso Senhor voltará. Também, a igreja é uma organização que possui necessidades para o cumprimento de tarefas bastante práticas, como citamos nos parágrafos acima.

Desta forma, a liderança na igreja é essencial para distribuir funções e envolver todos os irmãos no trabalho eclesiástico.

Precisamos, como servos de Deus, nos questionar: onde nos encaixamos dentro da estrutura da nossa igreja local? Ao encontrar esta resposta, precisamos nos dispor a servir nossa comunidade e contribuir com o Reino de Deus. 

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *